Translate

sábado, 30 de abril de 2011

COELHO COM AZEITONAS PRETAS, ALECRIM E SALSA

Para terminar o mês de abril, mais uma receita com coelho.

Ingredientes:

1 coelho cortado em pedaços
20 azeitonas pretas sem caroço
1 ramalhete de alecrim
2 colheres (de sopa) de salsa picada
1 dente de alho
½ l de caldo de legumes
1 xícara de vinho branco seco
20 g de manteiga
4 colheres (de sopa) de azeite de oliva extra virgem
Sal
Pimenta preta

Preparação:

Aqueça o azeite e a manteiga em uma panela grande, acrescentando, quando a manteiga estiver completamente derretida, uma colher de sopa de salsa picada, as folhas do alecrim e um dente de alho descascado. Coloque os pedaços de coelho na panela e deixe dourar uniformemente em fogo alto, mexendo sempre, por 10 minutos. Depois abaixe o fogo, despeje um copo de caldo de legumes quente. Asse por 20 minutos, virando a carne de vez em quando e adicionando, se necessário, algumas colheres de caldo de carne. Coloque sal e pimenta, adicione o vinho branco e quando será evaporado, continue cozinhando por mais 35 minutos, aos poucos despeje o caldo restante. Nos últimos minutos do cozimento, acrescente as azeitonas pretas e retire o alho de fora, polvilhe com o restante da salsinha picada, mexa mais uma vez os pedaços de carne ... e sirva.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

COELHO AGRIDOCE

Uma carne branca, não muito usada no Brasil, mas garanto que o resultado final será ótimo!

Ingredientes:

1 coelho de 1,2 kg, já limpo
1 cebola
40 g de azeitonas verdes
1 talo de aipo
1 copo de vinho branco seco
2 colheres (de sopa) de vinagre de vinho branco
1 colher (de sopa) de açúcar
Azeite extra virgem

Preparação:

Corte o coelho em pedaços e o coloque em uma panela levando ao fogo médio, até que inicie a soltar parte do seu líquido. Descasque a cebola, fatie e refogue em uma panela em fogo brando com 2 colheres de sopa de óleo, juntamente com as azeitonas e o aipo. Cerca de 8 minutos, mexendo frequentemente. Adicione o coelho e deixe ferver, adicione sal e despeje o vinho. Quando estará quase completamente evaporado, cubra e deixe cozinhar por cerca uma hora ou até a carne estiver cozida. Aumente o fogo e remova a tampa da panela para completar o cozimento. Poucos minutos antes de desligar o fogo despeje o vinagre em uma panela pequena de aço, adicione o açúcar e derreta em fogo médio, em seguida, despeje a mistura sobre o coelho e mexa. Poderá preparar esta receita acrescentando também 2 colheres de sopa de passas e algumas castanhas de caju.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

CORDEIRO AO MOLHO DE IOGURTE

Ingredientes para 4 pessoas:

700 g de cordeiro em pedaços
2 ovos
90 g de manteiga
500 g de iogurte branco
2 ramalhetes de salsa
Sal e pimenta

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 190 ° C. Coloque o sal no cordeiro e coloque-o em uma panela que possa ir no forno. Junte a manteiga. Quando começar a dourar, despeje um copo e meio de água e leve de novo ao forno e cozinhe a carne por uma hora, tomando cuidado para não secar demais: se necessário, adicione algumas colheres de água. Quando a carne estiver quase cozida, coloque o iogurte em uma tigela e misture com um pouco de sal e pimenta. Junte ao iogurte as gemas de ovos batidas em neve e misture delicadamente. Quando o cordeiro estiver cozido o tire da panela e despeje a mistura de iogurte misturando bem com os sucos da carne e leve ao forno até que se forme um creme bastante grosso. Espalhe o creme de iogurte na parte inferior dos pratos e organize por cima os pedaços de cordeiro, decorando com salsa picada.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

FETTUCCINE COM CHOCOLATE E NOZES









Antes da Pascoa mais uma receita com chocolate. Não fiquem escandalizados, mas hoje vou propor um prato de Fettuccine com chocolate! Só experimentando...

Ingredientes para 4 pessoas:

400 g de Fettuccine
50 g de manteiga
250 g de creme de leite
100 g de chocolate amargo
100 g de nozes picadas
Canela
Sal

Preparação:

Raspe o chocolate sobre uma folha grande de papel alumínio assim ele não grudará. Derreta a manteiga em fogo baixo, para que não frite e em quanto isso ferva o macarrão em bastante água levemente salgada. Quando a manteiga derreter adicione o creme de leite e deixe cozinhar em fogo baixo, para que tudo fique morno. Quando a massa estiver cozida, reserve um par de conchas da água de cozimento, escorra e coloque em uma tigela, tempere com manteiga e o creme de leite, o chocolate ralado e uma pitada de canela. Adicione as nozes, mexa e se a massa for muito seca adicione um pouco de água do macarrão. Sirva quente.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

FRANGO AZTECA

Continuando com o nosso festival de chocolate, hoje vamos ver uma receita bastante particular!

Ingredientes:

2 filés de frango cortados em tiras
½ colher de (chá) chilli em pó
4 colheres de azeite
½ cebola cortada
2 dentes de alho
½ colher (chá) de cominho
1 pitada de canela
2 xícaras de molho de tomate
50 g de chocolate meio amargo
Sal e pimenta a gosto

Preparação:

Tempero o frango com sal, pimenta e ¼ do chilli. Deixe dourar. Junte a cebola, o alho, o restante do chilli, o cominho e a canela. Cozinhe por um minuto. Acrescente o molho de tomate. Depois, acrescente o chocolate aos poucos (ralado ou derretido).

terça-feira, 12 de abril de 2011

CHOCOLATE’S CAKE

Ingredientes:

4 xícaras de farinha de trigo
2 colheres (de chá) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (de chá) de sal
1 xícara de cacau em pó
1 xícara de água morna
1 xícara de água em temperatura ambiente
1 xícara de requeijão
1 xícara de leite
1 colher (de sopa) de suco de limão
1 colher (de sopa) de essência de baunilha
2 xícaras de açúcar
1 e 1/2 xícaras de açúcar mascavo
225 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
4 ovos
1/2 xícara de chocolate meio amargo ralado

Preparação:

Pré-aqueça o forno à 180ºC. Forre o fundo de uma forma com papel manteiga e depois unte e enfarinhe por cima do papel e os lados da forma. Em um bowl, peneire a farinha, o sal e o bicarbonato. Em outro bowl, misture o cacau e a água morna até ficar homogêneo. Em um terceiro bowl, misture o creme de leite, o leite e a colher de suco de limão, a água e a essência de baunilha. Em uma batedeira, bata a manteiga com os açúcares até ficar leve. Com a batedeira ligada,adicione um ovo de cada vez e bata até a massa ficar fofa. Adicione a mistura de cacau com a batedeira em velocidade baixa até ficar homogêneo. Adicione a mistura de farinha, alternando com a mistura de creme de leite, sendo três adições de farinha e duas desta mistura, começando e terminando com a mistura de farinha. Incorpore o chocolate ralado e despeje a mistura na forma para assar por mais ou menos 45 minutos e deixe esfriar totalmente antes de tirar da forma.

sábado, 9 de abril de 2011

CHOCOLATE, UMA HISTÓRIA APAIXONANTE

Porque subtrair-se ao seu chamado? Porque negar o prazer dos sentidos, quando tudo é proibido responda a tua fome de chocolate...

Neste mês de abril, mês da Páscoa pensei de postar uma matéria sobre o chocolate. Visto que o característico de consumo neste período aumenta sensivelmente.
O chocolate é um alimento originário da semente da planta do cacau, difundido e amplamente consumido no mundo inteiro. Vem preparado a partir da manteiga do cacau, a parte gordurosa da semente do cacau. Acrescentando o pó da semente do cacau, açúcar e outros ingredientes opcionais, como leite, amêndoas, avelãs ou outros aromas. O chocolate vem sendo produzido nas formas mais diferentes; o mais comum é o tablete, mas seja industrialmente que artesanalmente o chocolate vem modelado de formas diferentes, particularmente nas ocasiões de recorrências e festividades, como no caso dos ovos da páscoa. Além disto o chocolate é um ingrediente que serve para a composição de vários doces, entre os quais sorvetes, bolos , biscoitos e pudins. Alguns estudos confirmam que o consumo freqüente de chocolate pode conduzir uma particular forma de dependência chamada, por analogia com o alcoolismo de “chocolismo”. Outros estudos demonstram como a absorção de chocolate estimula a liberação das endorfinas, fazendo com que aumente o nosso bom humor. Com o termo chocolate nos indicamos também uma bebida liquida com base no pó da semente de cacau, que no uso ocidental contemporâneo com o acrescimento de açúcar, ao contrário de como era consumido o cacau em bebidas salgadas nas culturas pré-colombianas. A preparação do chocolate acontece seguindo os seguintes passos:

1. Mistura ou blending

2. Conching

3. Tempering

4. Modelagem

5. Confecção


MISTURA

O processo de preparação do chocolate inicia com o processo da “mistura” (blending ou mélangeur).
Partindo do ingrediente básico da pasta do cacau, obtido da manipulação da semente do cacau são acrescentado os outros ingrediente necessário e especificamente:

Fundente: pasta de cacau, manteiga de cacau, açúcar e baunilha.
Ao leite: como acima, mas acrescentando leite ou leite em pó.
Branco: manteiga de cacau, açúcar, baunilha, leite ou leite em pó.

Em alguns países a lei permite misturar a manteiga do cacau com outras gorduras vegetais. Frequentemente vem também acrescentado a lecitina de soja, que age como agente emulsionante favorecendo uma maior homogeneização dos ingredientes. Diferentes produtores fazem variações personalizadas nas proporções das receitas de base, como se fosse um selo de fábrica. O chocolate fundente mais precioso chega a ter não menos que 70% do cacau. A mistura depois é feita em máquinas particulares chamadas de laminadoras com 5 cilindros e essa passagem através destas maquinas é chamada em inglês de refining ou fine grinding.

CONCHING

A sucessiva etapa pega o nome de conchange o conching. Consiste no mesclar por tempo muito longo a mistura em máquinas empastadoras chamadas conchas acrescentando eventualmente mais manteiga de cacau. Isto deve acontecer em uma temperatura controlada apenas para manter a mistura liquida tendo o cuidado de quebrar as bolotas que se criam durante este processo fazendo assim uma massa perfeitamente lisa e homogênea. Os chocolates mais refinados são trabalhados desta forma para não menos de uma semana. Terminada esta fase, o chocolate é mantido fundido em reservatórios a 45-50C.

TEMPERING

Visto que a manteiga de cacau tem de se cristalizar, a massa de chocolate fundida deve ser resfriada com atenção de forma a obter uma cristalização desejada, que produz um chocolate que se quebra naquele mesmo tempo que se pode dissolver graduadamente. Para obter isto a massa do chocolate vem resfriada a partir de 45C a 27C, e esquentado a 31C para o chocolate amargo.

MODELAGEM

Depois desta fase se chega a modelagem (molding):
Vem colocada em formas que começam a vibrar automaticamente para tirar as bolhas de ar que estão no interior do chocolate. Uma vez resfriado o chocolate terá a forma de vários moldes que ficarão prontos para serem confeccionados.
Na história parece que a verdadeira origem do chocolate manipulado é datado em mais de 3 mil anos atrás e têm-se provas que os maias e depois os astecas foram os primeiros a usar esta bebida em seus rituais religiosos e como moeda de troca. Depois da catastrófica discussão destes povos por parte dos conquistadores espanhóis esta nova descoberta foi introduzida na Europa primeiramente usada como remédio e depois como uma bebida deliciosa que apenas a corte francesa e espanhola começaram a usufruir. Na Inglaterra em 1674 foi criada pela primeira vez a primeira barrinha de chocolate solido chamado “barrinha espanhola”. O rei Luiz XV na frança a seguir quis que os seus cozinheiros começassem a produzir o chocolate de forma sólida e não mais como bebida criando os primeiros confetes, balas aromáticas, etc. O chocolate depois de uma rápida difusão no mundo europeu começou a fazer parte também na escola filosófica e musicais, tanto que Mozart dedicou em uma obra. Em Nápoles na época sobre o reino dos espanhóis o chocolate chegou antes que em outros lugares. De fato esta terra foi considerada o reinado do chocolate antes de tornar-se o reinado do café. Os napolitanos inventaram o sorvete de chocolate, isto é; uma simples bebida gelada com aroma de chocolate. O primeiro sorvete de chocolate nasceu por volta de 1530 quando o italiano Marco Pólo trouxe da China a receita e a técnica para fazer o sorvete. Naquela época o chocolate não parou mais a sua divulgação continuando sempre mais consumido e sempre mais usado também na culinária contemporânea onde também se parece estranho e bizarro, se usa em muitos pratos salgados. Para concluir viva o chocolate e bom chocolate a todos!.