quinta-feira, 29 de abril de 2010

Outras novidades !!!


Fechamos uma parceria com Viver Casa & Gourmet, na rua Estela 116 – Vila Madalena, onde uma vez por mês vou dar uma aula de Culinária Contemporânea, preparando um meu prato.
Para maiores informações o site do espaço é: www.vivercasaegourmet.com.br

... e aguardo Vocês!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

PENNE À BOSCAIOLA


Uma receita italiana, super fácil e rápida ... mas que vai deixar vocês com água na boca.
Bom apetite!


Ingredientes:

400 g. de penne
100 g. de bacon
50 g. de champignon
Salsinha picada
1 xícara de ervilhas
150 g. de creme de leite
1 colher (de sopa) de manteiga
Sal e Pimenta do reino
Parmesão ralado

Preparação:

Corte o bacon a pedacinhos e frite na manteiga. Junte as ervilhas e os champignon.
Depois de 2/3 minutos coloque o creme de leite, sal e pimenta e deixe engrossar.
Em quanto prepare a massa e tire do fogo ainda “al dente”. Coloque o nosso molho na massa e misture bem. Sirva com abundante parmesão ralado.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Novidades ...


Se precisar de eventos, festas, com profissionais especializados indico o site de Renata França (http://www.renatafranca.com.br/), onde também vão encontrar alguma coisinha sobre de mim .... só conferir!

sábado, 24 de abril de 2010

... e LINGUADO AO MOLHO DE UVA


LINGUADO AO MOLHO DE UVA

Ingredientes:

6 filés de linguado
2 colheres (de sopa) de manteiga
1 copo de vinho branco seco
2 colheres (de sopa) de conhaque
1 tablete de caldo de peixe
2 colheres (de sopa) de cebolinha picada
550 g. de polpa de tomate
1 colher (de sopa) de amido
½ copo de leite
25 grãos de uva branca (tipo Itália)
Sal e pimenta do reino

Preparação:

Tempere os files de linguado com sal e pimenta. Enrole os filés formando rolinhos e leve ao forno preaquecido em temperatura média por cerca 30 minutos. Depois reserve.
Derreta amanteiga em uma panela e junte o vinho, o conhaque, o caldo de peixe e a cebolinha. Deixe o tablete de caldo de peixe dissolver completamente e adicione as uvas, a pimenta do reino, a polpa de tomate e o amido misturado com o leite até engrossar. Mexa até que este composto tenha uma consistência e cozinhe por cerca 2 minutos em fogo baixo. Junte os filés que antes tinha reservado, sirva e ... Buon Appetito!

RISOTO DE AÇAFRÃO COM CAMARÃO E ABOBRINHA


Ontem a noite preparei um jantar a base de “peixe e crustáceos”. Meus clientes gostaram tanto que pediram para que eu postasse as receitas (e as fotos)...

Obrigado Dona Vivi!


RISOTO DE AÇAFRÃO COM CAMARÃO E ABOBRINHA

Ingredientes (para 4 pessoas):

20 camarões sem casca
3 abobrinhas fatiadas
3 flores de abobrinha
1 cebola picada
350 g. de arroz para risoto
1 copo de vinho branco seco
1 pitada de açafrão
1 lt. de caldo de legumes
2 colheres (de sopa) de manteiga
Azeite de oliva
Sal e pimenta do reino

Preparação:

Aqueça um pouco de azeite em uma frigideira e frite o camarão e a abobrinha em fogo alto por 5 minutos. Acrescente as flores de abobrinha, tempere com sal e pimenta e cozinhe por 2/3 minutos. Aqueça mais um pouco de azeite em uma panela e frite a cebola até ficar macia.
Uma dica: para fazer que a cebola seja macia e não torrada,coloque sempre a cebola em azeite frio. Para ter uma cebola crocante, use azeite bem quente...
Acrescente o arroz e refogue por 2 minutos, mexendo sempre. Acrescente o vinho e cozinhe até que ele evapore completamente. Dissolva o açafrão em 3 colheres do caldo de legumes (já pronto e quente) e misture no arroz. Cozinhe mexendo sempre até o caldo ser absorvido. Continue a acrescentar o caldo ao pouco, até que o arroz esteja macio (cerca de 18 minutos).
Misture o camarão, a abobrinha com as flores. Coloque a manteiga, deixe descansar por 2 minutos e sirva quente.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

ESPETINHO DE CAMARÃO PICANTE


De sabor único, estes espetinhos são ótimos para acompanhar cocktels, mas também rendem uma boa entrada se for servidos sobre uma salada levemente temperada.

Ingredientes:

1 colher (de chá) de gengibre fresco, ralado
16/20 camarões grandes, limpos
1 dentes de alho amassados
Hortelã fresca, picada (para polvilhar)
Raspas e suco de um limão
Sal e pimenta do reino
Molho agridoce

Preparação:

Mergulhe em água 12 espetos de madeira e deixe de molho por 10/20 minutos. Em uma tigela, misture o gengibre, as raspas e o suco de limão. Tempere com sal e pimenta. Junte os camarões, mexa bem para temperar. Leve à geladeira por 5/10 minutos.
Preaqueça o grill (ou uma frigideira com grelha). Enfie os camarões nos espetos, pelo comprimento. Grelhe cada lado por cerca 1 minuto, até a carne ficar rosada e totalmente cozida.
Arranje os espetos em uma travessa e polvilhe a hortelã picada. Sirva em seguida, acompanhados de um molho agridoce à parte.

CANAPÉ DE BERINJELA


Esta receita vegetariana mediterrânea fica muito atraente na mesa. E’ rápida e muito fácil. Decore com uma folhinha de manjericão, se desejar.

Ingredientes:

1 berinjela
2 colheres (de sopa) de azeite de oliva
2 dentes de alho amassados
450 g. de tomates cerejas
Sal e pimenta do reino
Algumas folhas de manjericão

Preparação:

Preaqueça o grill. Corte a berinjela em fatias grossas, unte com azeite dos dois lados e tempere com sal e pimenta.
Grelhe as fatias de berinjela, aos poucos, 5 minutos de cada lado, até ficarem tenras. Arranje sobre um refratário e mantenha-as aquecidas.
Frite o alho no azeite por 1 minuto. Junte os tomates cerejas cortados ao meio, tempere e refogue cerca de 10 minutos, em fogo brando, até ficarem macios. Ajuste o tempero e misture o manjericão.
Coloque uma colherada cheia de tomates sobre cada fatia de berinjela e sirva em seguida.

terça-feira, 20 de abril de 2010

… falamos de peixe


Que quantidade de peixe deve comprar?

Varia de acordo com o prato que quer confeccionar. Para um prato principal: 150 g de carne de peixe por pessoa; 100 a 120 g para os peixes de pele gorda, mais consistente, como a do salmão ou do atum. Para uma entrada: 80 a 100 g por pessoa.


Como preparar

Quando se trata de um peixe inteiro, deve escamá lo colocando o sob água corrente e raspando com uma faca, da cauda para a cabeça. Depois, corte o peixe ao longo da barriga e remova as entranhas. Corte as barbatanas. Se quiser cortar o peixe em postas, faça o transversalmente, deixando a pele.


Formas de cozinhar

Peixe cozido: Ótimo método para pessoas que não querem engordar. O cozimento deve ser lento e nunca se deve deixar ferver o peixe, para não lhe destruir a textura nem o deixar quebradiço.
Peixe frito: Magro ou gordo, o peixe frito é muito saboroso. Deve ser passado por farinha de trigo, temperada com pimenta e sal, ou ovo batido e pão ralado. A gordura da fritura deve estar bem quente. Escorra o peixe frito em papel absorvente.
Peixe grelhado: O peixe grelhado é o que melhor conserva o sabor. A grelha deve ser previamente aquecida. O peixe deve ser pincelado ou regado várias vezes com uma gordura.
Peixe assado: Recheado ou não, o peixe assado poderá ser coberto com papel de alumínio, que deverá ser retirado um pouco antes de o peixe estar completamente assado, a fim de tostar.


PARA VER SE O PEIXE ESTÁ FRESCO

Se comprar peixe fresco, tome em conta os seguintes fatores:

- peixe fresco tem CHEIRO leve, característica
- peixe estragado tem CHEIRO forte, a amoníaco

- peixe fresco tem COR brilhante, reluzente
- peixe estragado tem COR opaca

- peixe fresco tem ESCAMAS firmes, aderentes ao corpo
- peixe estragado tem ESCAMAS moles, desprendendo se facilmente

- peixe fresco tem OLHOS brilhantes, claros e grandes
- peixe estragado tem OLHOS opacos, encovados

- peixe fresco tem VENTRE elástico, firme
- peixe estragado tem VENTRE mole, frágil

- peixe fresco tem GUELRAS vermelhas ou rosadas e úmidas
- peixe estragado tem GUELRAS esbranquiçada ou escuras e secas

- peixe fresco tem CAUDA rígida
- peixe estragado tem CAUDA mole

- peixe fresco tem CARNE firme e elástica
- peixe estragado tem CARNE aquosa, flácida e fibrosa

segunda-feira, 19 de abril de 2010

SALADA CAPRESE


É uma típica salada italiana. O nome é originário da ilha de Capri, perto de Napoli, no Sul da Itália.

Ingredientes:

4 tomates
350 g. de mussarela de búfala
Algumas folhas de manjericão
Alface lisa
Pimenta do reino
Sal
Azeite extra-virgem
Vinagre branco

Preparação:

Monte a salada. Forre o fundo com folhas de alface, lavadas e secas.
Disponha as rodelas de tomates, formando um círculo. Por cima, coloque as folhinhas inteiras de manjericão e, para finalizar, faça bolinhas com a mussarela e disponha.Tempere com um molho feito com 3 partes de azeite para 1 de vinagre. Tempere com sal a gosto. Por cima, polvilhe a pimenta e sirva.

Para obter um efeito mais charmoso, coloque a sua salada diretamente e acima de uma baguette, cortada na metade, e sirva individualmente.

domingo, 18 de abril de 2010

SALTIMBOCCA ALLA ROMANA


Saltimbocca significa querendo traduzir literalmente: “que pulam na boca”

Ingredientes:

500 g. de fatias de vitela
120 g. de presunto cru
50 g. de manteiga
sálvia
pimenta
sal
vinho branco (1 copo)

Preparação:

Separe os bifes (cortados finos) de carne de vitela, em seguida, coloque em cada bife uma fatia de presunto para cobri-la inteiramente.
Coloque uma folha de sálvia e firme tudo com um palito.
Em uma panela derreta a manteiga e frite o Saltimbocca. Dourar por inteiro,os dois lados , acrescente uma pitada de sal, a pimenta, um copo pequeno de vinho branco e continue a cozinhar por mais 5-6 minutos.
Retire o Saltimbocca e coloque o molho produzido durante o cozimento, e sirva com ervilhas na manteiga.

LASANHA AO SABOR DO MAR


Ingredientes:

440 g de farinha branca
3 ovos
300 g de files de linguados limpos
300 g de camarões
1 copo de vinho branco seco
40 g de manteiga
3 copos de leite
2 colheres de curry
Noz moscada
1 copo de Cognac
4 colheres de azeite de oliva
Sal
Pimenta

Preparação:

Coloque 400 gramas de farinha de trigo na mesa, quebre os ovos no centro, adicione algumas colheres de água e uma pitada de sal até que você tenha trabalhado uma massa lisa e elástica. Abra a massa e corte em retângulos de 10 x 20 cm.
Coloque os filés de linguado , temperados com sal e pimenta em uma panela, acrescente o vinho, e cozinhe em fogo médio por 10 minutos. Em outra panela, aqueça quatro colheres de azeite e doure os camarões, depois de 2 minutos coloque o conhaque e flambe.
Preparar o molho branco com manteiga, 40 g de farinha e leite, até obter a consistência de creme . Tirar do fogo e acrescentar o curry, noz moscada e uma pitada de sal e misturar.
Cozinhe a massa da lasanha, um ou dois por vez em uma panela bem funda, por 2 minutos em água salgada. Retire a massa e deixe-a secar sobre uma toalha. Unte uma assadeira e vá alternando uma camada de massa, cubra com o molho branco e outra camada de massa. Acrescentar uma camada de files de linguado e mais uma de massa. Agora acrescente o camarão e o molho branco, fazendo camadas alternadas até que os ingredientes acabarem, terminando com massas com molho branco.
Assar em forno a 200 ° C por 30 minutos e dividir as porções de lasanha em pratos individuais, decorando com alguns camarões.
Sirva morno, para melhor degustação do peixe.

“Buon appetito!”

quinta-feira, 15 de abril de 2010

ERVAS E ESPECIARIAS


Ervas e especiarias sempre foram usadas na culinária mundial para dar aquele toque “in piú ” (a mais) de cada prato. Cada pessoa tem as própria preferências e, também eu tenho as minhas e aqui agora vou iniciar a descrever as características e como usar cada uma, pelos menos das principais ...

Açafrão
É o estigma ou pistilo retirado da flor chamada “croco”. São necessárias 250.000 flores para extrair 500 g. de estigma, o que justifica seu alto preço. O açafrão é produzido na Espanha, Itália e Irã. O açafrão se encontra em pó ou em estigma. Se usa em pratos com peixes como a Paella, a Boullabaisse e o famoso Risotto alla Milanese. Uma característica é a sua cor amarela.

Alecrim
Erva de sabor acentuado que deve ser usada com discrição em legumes como batatas, aves e carnes.

Alho
É a base do tempero da cozinha moderna. É apropriado para carnes em geral, molhos e massas.

Baunilha
É a vagem de uma orquídea trepadeira. Podemos misturar à vagem ao açúcar e depois utilizar para receitas de bolos, pudins ou simplesmente para adoçar leite ou chocolate.

Cebolinha verde
É uma erva de sabor delicado e agradável que pode ser usada nos mais variados pratos como molhos, patês, massas, omeletes, carnes e peixes. Na culinária contemporânea é muito usada na decoração dos pratos.

Coentro
Podemos usar a folha desta planta e suas sementes inteiras ou em pó. É usada em pratos a base de peixes e frutos do mar.

Cominho
É uma semente que tem sabor marcante e precisa ser usada com parcimônia. Usada com carnes, peixes e legumes é também muito usada na culinária mexicana e nordestina.

Curry
Este condimento é fruto de uma mistura de varias especiarias. É um ingrediente tradicional nos pratos da Índia. É indicado em pratos com frango, carnes e legumes. Seu sabor é marcante e inconfundível.

Gengibre
É uma raiz de sabor e aroma fortes, mas agradável. Pode ser usado em bolos e biscoitos, mas também em carnes de porco, aves e peixes.

Hotelã
É uma erva de sabor suave. Usada em particular em molhos, saladas, carnes. Na culinária é usada bastante também como decoração.

Louro
É uma erva usada como aromatizante em particular nas carnes.

Manjericão
Foi denominada antigamente a “Erva dos reis”. Tem um cheiro e um sabor especial e acompanha muito nem os tomates. Um verdadeiro “sugo all’italiana” não pode ser preparado sem esta erva.

Manjerona
É um manjericão menos nobre.

Mostarda
Os grãos dessa especiaria são utilizados para aromatizar conservas, chutneys. São usados também na preparação de molhos para saladas, verduras, legumes e carnes bovinas e suínas.

Noz Moscada
É uma especiaria usada em vários tipo de molhos. É indicada no tempero de carnes em geral e doces. Um uso apropriado é também em molhos brancos, como Béchamel.

Orégano
É a clássica erva usada na pizza, alem que em molhos com base de tomate.

Papoula
Esta semente tem sabor agradável e crocante. É usada em pães, biscoitos e na decoração dos pratos.

Páprica
É uma especiaria obtida a partir da desidratação e moagem de vários tipos de pimentão. Temos a Páprica doce e a picante. Entra como tempero nas carnes bovinas, suínas e aves. É indispensável na preparação do Gulash.

Pimenta rosa
Os grãos da pimenta rosa são frutos da arvore Aroeria. Seu aroma é marcante, mas não arde. E’ usada em pratos doces e salgados.

Pimenta calabresa
É obtida a partir da secagem e desidratação da pimenta vermelha. Tem este nome porque é muito usada na Culinária Italiana e em particular no Sul da Itália em regiões como Calábria e Sicilia, onde os pratos são sempre mais apimentados. É usada em embutidos, carnes e aves.

Pignoli (pinholi)
É o fruto de uma variedade de pinheiro. Usados em particular na culinária italiana e árabe. É um ingrediente indispensável para o molho “Pesto”.

Salsa
Erva tradicional da cozinha internacional usada em quase todos os pratos. Serve também para a decoração final dos mesmos pratos.

Sálvia
Erva muito difundida na cozinha européia. Excelente tempero para as carnes.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Medalhão de File Mignon com crosta de queijo azul


(Queijo azul se entende os queijos tipo Gorgonzola e Roquefort)

Ingredientes:

1 peça de file mignos (cerca 2 kg.)
170 g. de queijo azul
4 colheres de sopa de manteiga
¾ de xícara de farinha de rosca
Salsinha picada
Sálvia picada
1 pitada de pimenta do Reino
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola picada
2 xícaras de vinho tinto seco
Sal

Preparação

Preaqueça o forno a 175 graus. Corte a carne em 6 medalhões grossos e tempere com sal, pimenta do reino nos dois lados da carne. Com a ajuda de um garfo, amasse o queijo azul e metade da manteiga. Adicione a farinha de rosca e as ervas. Unte uma assadeira com metade do azeite de oliva. Com a outra metade, em uma frigideira, doure os medalhões. Transfira-os para a assadeira e, sobre cada um coloque um pouco da mistura do queijo azul. Asse por cerca sete minutos. Retire do forno e reserve. Na mesma frigideira que preparou os medalhões, coloque acebola e refogue até ficar macia. Acrescente o vinho e o restante da manteiga. Deixe engrossar. Despeje o molho sobre os medalhões e sirva bem quentes.

Sugestão: para acompanhamento uma salada verde.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Files de frango ao molho de palmito


Hoje vou postar uma receita muito fácil e rápida, mas garanto que o resultado é excelente!

Files de frango ao molho de palmito

Ingredientes:

Files de frango, sem osso
Palmito
Leite (1 copo)
Azeite de oliva (1 colher de sopa)
Manteiga (2 colheres de sopa)
Caldo de carne (2 copos)
Farinha branca
Salsinha picada, para a decoração final
Sal e Pimenta do Reino

Preparação

Temperar os peitos de frango com azeite de oliva, sal e pimenta.
Colocar em uma forma no forno convencional e deixar dourar nos dois lados.
Em uma frigideira derreter a manteiga e acrescentar a farina. Mesclar até que a farinha não comece a pegar uma cor dourada.
Em um liquidificador colocar o leite e os palmitos e preparar um creme.
Na frigideira onde estava a farinha, acrescentar o caldo, que já estava esperando pronto (e quente), o creme de palmito e os files de frango. Deixar engrossar este molho um pouco.
Servir os files de frango com este molho por cima. Antes de servir polvilhar com a salsinha.

Bom apetite!

domingo, 11 de abril de 2010

O forno de microondas – Parte II


PRINCIPIOS BÁSICOS PARA O COZIMENTO

Formato: Alimentos com formato irregulares como os filés de peixe ou coxa de frango demoram mais para cozinhar nas partes mais grossas. Para que o cozimento seja uniforme, coloque as partes mais finas voltadas para o centro do recipiente e as mais grossas para fora, onde haverá maior recepção de energia.

Quantidade: O tempo de cozimento no forno microondas está diretamente relacionado à quantidade de alimentos que será cozida. Assim uma batata ou um simples pedaço de frango cozinham rapidamente. Mas, quando essa mesma energia tem que ser dividida numa quantidade maior de alimento, o cozimento é mais lento. Alimentos porosos (carne moída ou purê de batatas) cozinham mais rapidamente do que os densos (bisteca ou batata inteira).

Mexer: Mexa os alimentos da borda para centro do recipiente, uma ou duas vezes durante o cozimento, para unificar o calor.

Utensílios: Os recipientes recomendados para o cozimento no forno microondas devem ser transparentes ás microondas, permitindo que elas atravessem o recipiente e cozinhe o alimento. Não são recomendados pratos com decoração metálica, dourada ou prateada, cristais finos, utensílios com ALCA colada, porcelana fina ou plásticos.

Descongelamento dos alimentos
Descongelar alimentos, especialmente carnes cruas, no formo microondas não é somente mais rápido do que outros processos, mas também apresenta melhores resultados. Quando a carne descongela corretamente, ela não perde seu suco natural, que contem proteínas e outros valore nutritivos.Acompanhe o descongelamento e separe as porções já descongeladas. Volte os pedaços ainda congelados para completar o descongelamento.

Reaquecimento
Alimentos reaquecidos no forno microondas parecerão recém cozidos e não reaquecidos. Adapte a potencia ao tipo de alimento. Uma sobra de vegetal poderá ser reaquecida na potencia máxima, em quanto uma lasanha, por conter o queijo e não ser mexida, poderá ser reaquecida na potencia media.

Alimentos industrializados
Com o forno microondas, alimentos industrializados podem ser preparados em muito menos tempo do que pelo processo convencional. Muito já vem com as instruções para o preparo no formo microondas impressos na própria embalagem.
Enlatados: retire o conteúdo da lata e coloque no prato que será servido. Leve o forno por alguns minutos na potencia máxima para aquecer.

O forno de microondas


O forno de microondas faz parte nos dias de hoje da nossa vida, 9 pessoas sobre 10 tem um em casa.
Mas não todos sabem realmente como funciona, os eventuais perigos, as vantagens, etc.
O cozimento pelo processo de microondas é largamente utilizado e empregado em outros países, tendo chegado ao Brasil no final da década de 70. Sendo uma tecnologia relativamente recente ainda apresenta muitos preconceitos e até um certo desconhecimento por parte do consumidor quanto ao seu uso, também pela falta de vontade em querer ler todo o manual de instruções.
Uma amiga perguntou sobre que realmente podemos ou não podemos cozinhar em um microondas e então achei interessante fornecer algumas informações.

1. O que são as microondas e como funcionam?
São ondas eletromagnéticas de alta freqüência, do mesmo tipo das ondas rádio, só que muito curtas, chamadas de microondas. Elas não são fonte de calor, mas sim de energia. Sua utilização é muito grande e variada, como transmissão de TV via satélite, radares e também na industria.

2. Como agem nos alimentos?Dentro do forno de microondas há uma válvula chamada Magnetron que converte a energia elétrica em microondas. A vibração dessas ondas de alta freqüência faz com que as moléculas dos alimentos vibrem a 2.450 milhões de vezes por segundo, causando atrito entre elas, atrito que gera calor e cozinha.

3. O forno de microondas é seguro?
Sim, é absolutamente seguro. Foi desenvolvido de modo a não permitir que as microondas não escapem nem prejudiquem a saúde.
O forno de microondas só funciona com a porta fechada e as travas de segurança acionadas. A porta acrílica transparente, possui uma tela metálica que impede qualquer escape de microondas. O interior do forno é revestido de metal que reflete as microondas conservando-as em seu interior. As microondas quando atingem os alimentos se transformam em calor e deixam de existir. O forno de microondas desligado não emite microondas.

4. O prato giratório e a sua importância
Dentro do nosso forno a energia das microondas não é distribuída por igual. Algumas áreas ficam mais quentes do que outras e, conseqüentemente, o alimento não cozinha uniformemente. O prato giratório mantém o alimento girando constantemente para que o cozimento seja uniforme. O sistema simplifica o processo de cozimento, especialmente para aqueles alimentos que necessitam ser trocados de lugar durante o preparo porque o faz automaticamente.

Cozinhar no microondas apresenta várias vantagens:
- limpeza: os alimentos podem ser preparados e servidos no mesmo recipiente;
- aroma: pode-se sentir os aromas dos alimentos, sem o incomodo da fumaça;
- valor nutritivo: sendo o cozimento rápido,em recipiente tampado e com um pequeno acréscimo de água, a retenção dos elementos nutrientes é quase total;
- o descongelamento das carnes é perfeito sem perdas das suas proteínas;
- as crianças podem manusear o forno sem perigo de se queimar.


Algumas das duvidas mais freqüentes:

a) O alumínio pode ser utilizado no forno microondas?
O alumínio não é transparente ás microondas de modo que o alimento dentro das bandejas ou pratos de alumínio só recebem energia das microondas através de sua superfície. As bandejas podem ser utilizadas com a recomendação que sejam baixas (até 3,5 cm de altura) e que estejam completas até as bordas. Inclusive o papel alumínio pode ser usado, convenientemente, para proteger algumas áreas dos alimentos a fim de que não passem do ponto de cozimento. Não os deixe encostar nas paredes metálicas do forno, porque poderá ocorrer faiscamento.

b) O ovo com casca pode ser cozido no formo microondas?
Não, porque está propenso a estourar devido a pressão que se forma dentro da casca.

c) Frituras podem ser feitas no forno microondas?
Não, porque a temperatura do óleo não pode ser controlada. No entanto uma pequena quantidade de óleo pode ser usada para refogar os temperos.

d) Conservas podem ser preparadas no forno microondas?
Não, porque requerem temperaturas muito altas e tempo prolongado de cozimento.

e) Alimentos cozidos no forno microondas não douram?
O dourado depende da quantidade de gordura e do tempo de cozimento, em relação ao tamanho do alimento. Alguns alimentos realmente douram, como o bacon, carnes e aves assadas. Outros douram menos, porque seu cozimento é tão rápido que não há o tempo suficiente.

f) Recipientes não aquecem ao formo microondas?
Os recipientes certos não aquecem, mas se tornarão quentes pelo contato com o alimento. Quando o alimento é aquecido parte do seu calor é transferido para o recipiente, por isso mantenha uma luva anti-térmica sempre pronta.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

É SEMPRE BOM LEMBRAR...


Para preparar um prato, saboroso e nutritivo, algumas coisas não podem faltar: uma boa receita, os ingredientes bem selecionados, os utensílios adequados e , é claro, saber cozinhar. Mas se nada disso pode faltar, o melhor ainda é que nada possa sobrar. Isso por que uma boa cozinha é aquela onde nada é desperdiçado. Às vezes
a gente não percebe, mas na nossa cozinha tem muita coisa indo para o lixo sem necessidade. São partes de alimentos como talos de verduras, cascas de frutas ou legumes, apenas para citar alguns exemplos, que podem ser aproveitados para preparar alimentos deliciosos e nutritivos. Isso significa economia e, especialmente, respeito, por que o que é desperdiçado em algum lugar, pode estar faltando em outro.
No Brasil ainda existe muito desperdício de alimentos, são toneladas e toneladas que a cada dia se perdem. Isso ocorre porque muitas vezes não sabemos como armazenar e preparar corretamente os alimentos, ou por dificuldades para realizar doações a instituições que cuidam
de pessoas carentes.

Cozinha segura, cozinha saudável

Uma boa cozinha proporciona muitos prazeres, mas pode esconder também alguns perigos.
São os microorganismos – pequenos e invisíveis a olho nu, mas que podem provocar problemas a perder de vista.
Aqui vou passar algumas informações e dicas importantes para manter sua cozinha longe disso.
Bactérias, fungos, vírus e protozoários são exemplos de microorganismos.
Alguns convivem conosco sem maiores problemas, ou são até saudáveis, como as bactérias que vivem no intestino e auxiliam na digestão. Outros, entretanto, produzem toxinas que causam
sérios danos à saúde. O risco é tanto maior quanto maior for a quantidade de microorganismos. E, dependendo das condições, eles se multiplicam rapidamente.
Felizmente é possível evitar isso com procedimentos simples de higiene e cuidados na seleção de alimentos.

NA HORA DA COMPRA
• Verifique a data de validade dos produtos;
• Não compre alimentos em pacotes furados, rasgados ou estufados;
• Não compre alimentos em latas amassadas, estufadas ou enferrujadas.
• Verifique sempre se os congelados estão realmente congelados: bem firmes e sem camadas de gelo.

UM AMBIENTE SAUDÁVEL

• Mantenha os alimentos fora do alcance de insetos e outros animais;
• As bactérias vivem em panos de cozinha, esponjas e toalhas. Lave-os diariamente. Dê preferência a toalhas de papel;
• Coloque o lixo no lixo e com a tampa bem fechada; lave-o varias vezes por semana;
• Limpe a geladeira pelo menos a cada mês;
• Lave, sempre que possível utensílios com água quente e evite deixá-los úmidos sobre pias e mesas.

O CUIDADO COM OS ALIMENTOS

• Cozinhe bem os alimentos;
• Guarde os alimentos cozidos em geladeira, não deixando que permaneçam muito tempo em temperatura ambiente;
• Na geladeira, manter separados alimentos prontos para consumo, daqueles que ainda serão preparados;
• Descongele alimentos no microondas ou na geladeira, nunca na pia ou na mesa da cozinha;
• Evite comer ovos mal passados ou crus. Cozinhe os ovos até a gema ficar firme, não escorrendo e a clara branca e firme;
• Ao esquentar um alimento já preparado, faça-o até atingir o ponto de fervura;
• Lave as embalagens dos alimentos antes de utilizá-los;
• Sempre lave as mãos após manusear alimentos crus e antes de manusear alimentos prontos.


CUIDADOS PESSOAIS

• Lave muito bem as mãos com água e sabão antes de preparar os alimentos, depois de usar o banheiro, trocar fraldas ou acariciar animais;
• Se for inevitável fumar, espirrar, tossir, coçar o nariz, mexer no cabelo, o bom é dar uma corridinha para longe da cozinha e em seguida lavar as mãos.


É SEMPRE BOM LEMBRAR
• A data de validade de um produto na embalagem fechada não é a mesma quando aberta. Com a embalagem fechada o produto pode permanecer bom para consumo por vários meses, e aberta, por alguns dias. Leia sempre os rótulos.
• Muitos acreditam que a maionese caseira é mais saudável que as industrializadas, mas como utiliza ovos crus em sua receita, pode ocorrer o risco de contaminação por salmonela.
• Algumas pessoas dizem que a comida no dia seguinte fica mais saborosa porque os temperos “curtem” mais. Em alguns casos é verdade, mas se mal conservada ou preparada, aumentam também os riscos de contaminação.
• As aparências enganam. Nem sempre comida contaminada tem cheiro, aparência ou sabor ruim. É bom certificar-se de sua procedência, forma de preparo e conservação.
• Guardar sobras limpas de alimentos para reaproveitamento em outros pratos é uma excelente forma de evitar o desperdício, mas os cuidados com conservação e higiene devem ser redobrados.
• Alimentos frios também podem ser perigosos, como sorvetes e gelo de procedência duvidosa. O frio não é suficiente para matar os microorganismos presentes em águas contaminadas.
• Insetos e animais domésticos podem contaminar alimentos. Mantenha-os longe de sua cozinha.
• Alimentos frescos como vegetais e carnes podem conter microorganismos e ajudar a contaminar outros alimentos quando misturados. Certifique-se da boa procedência desses alimentos.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Começando uma nova aventura ...


Boa noite,
Convido vocês a uma nova aventura, começo a atividade de Chef de Cozinha em São Paulo e gostaria de compartilhar com vocês do meu BLOG NOUVELLE CUISINE.
A minha intenção neste BLOG é ser um canal aberto com todos os meus amigos e os amantes da gastronomia onde poderemos nos comunicar, passar sugestões, etc.
Postarei toda semana, algumas receitas, pratos que vou experimentar nos meus cardápios (também com fotos), sugestões, técnicas de culinária, os ingredientes que encontrarei disponíveis nos mercados, dependendo das estações do ano, cursos, eventos e muitas outras coisas...
Espero que enviem sugestões, sobre o que gostariam que fosse postado como tipos de pratos e procedência e receitas que vocês gostariam de aprender.
Estou preparando um email para que possamos trocar informações, receitas e assim vou colocando vocês informados de tudo que esta acontecendo nesse mundo fascinante que é a Gastronomia.
Aguardo o contato para que possamos fazer desse blog a excelência em Nouvelle Cuisine.

Um grande abraço,
Enrico


P.S.: Estava esquecendo, ainda o BLOG não está completo em todas as suas partes, e a cada dia ganhará novas informações e seções, mas entrando na parte “meu perfil completo” onde aparece Clip áudio, poderão assistir a uma canção linda da Sade, diretamente do seu ultimo trabalho: Soldier of Love.