domingo, 31 de outubro de 2010

LIMÕES RECHEADOS COM CREME DE ATUM

Estes limões recheados são um ótimo prato que poderá ser prato como petisco e terá uma apresentação muito original: o creme de atum, é colocado dentro cada limão antes esvaziado...
Ingredientes:

15 g de alcaparras
Cebolinha vede picada (1 colher de sopa)
4 limões amarelos
Suco de limão (2 colheres de sopa)
50 g de azeitonas pretas
160 g de atum ralado
3 ovos cozidos
100 g de maionese
Sal e pimenta do reino

Preparação:

Cozinhe os ovos. Quando estiver prontos tire a casca, fatie e triture. Entretanto, pegue um limão, corte delicadamente a base (quanto serve para que fique em pé) e depois corte o lado oposto, como para formar um chapéu. Com uma faca bem afiada tire toda a parte interna do limão e em seguida com uma colher esvazie a polpa com cuidado para não perfurar a parte inferior. Continue com esta operação em todos os 4 limões. Em outra tigela coloque a maionese, atum ralado, alcaparras e ovos picados, as azeitonas picadas, cebolinha, pimenta e sal, o suco de limão e misture todos os ingredientes para que se obtenha um composto bem homogêneo. Com o creme obtido encha os 4 limões. Organize os limões em um prato de servir e polvilhe cada limão com um pouco da casca ralada e com a salsinha picada.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

RISOTO COM PRESUNTO CRU E REQUEIJÃO

Ingredientes:

150 g de presunto cru
1 cebola pequena picada
400 g de arroz para risoto
1 lt de caldo de legumes
1 copo de vinho branco seco
100 g de parmesão ralado
1 colher (de sopa) de azeite de oliva
1 colher (de sopa de manteiga)
1 colher (de sopa) de salsinha picada
250 g de requeijão
Sal e Pimenta do reino

Preparação:

Reserve algumas fatias de presunto cru e pique as restantes. Comece a fazer o risoto da forma tradicional: coloque o azeite em uma panela, acrescente a cebola e em seguida o arroz. Faca dourar, sem queimar e, em seguida despeje o copo de vinho. Uma vez que esteja evaporado inicie, com uma concha, a colocar o caldo de legumes, bem quente e um pouco de cada vez. Continue a mexer o arroz e acrescentar o caldo a cada vez que o arroz iniciar a secar. Quando alcançar os 15 minutos de cozimento, despeje o requeijão e o presunto picado e continue a misturar. Experimente a textura e o ponto do risoto e coloque, se precisar, o sal e um pouco de pimenta do reino. Terminado o cozimento (20 minutos) apague o fogo e coloque o parmesão. Misture. Acrescente agora a manteiga e deixe o risoto descansar 1 minuto. Depois misture de novo e coloque nos pratos. Como decoração final coloque, em cada prato, uma fatia de presunto, cortada em tirinhas e dourada antes no forno alguns minutos com um pouco de salsinha picada.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

CANELONES RICOTA E ESPINAFRES

Ingredientes:

Noz moscada
100 g de parmesão ralado
Pimenta do reino
400 g de ricota
Sal
500 g de espinafres
2 ovos
500 g de molho branco

Preparação:

Para preparar os canelones de ricota e espinafres poderão comprar a massa seca e já pronta para levar ao forno, ou utilizar massas frescas, preparando manualmente o composto. A primeira escolha è com certeza mais pratica e rápida. Para o recheio, limpe os espinafres frescos e ferva-os em bastante água salgada, em seguida, esprema bem para remover a maior parte possível da água do cozimento.
Em alternativa poderemos usar espinafres congelados, fazendo o mesmo processo que com os frescos. Depois que estar frios, pique com uma faca e os coloque em uma tigela com a ricota já amassada, noz moscada, ovos, pimenta e queijo ralado. Mexa bem e misture tudo, tempere com sal.
Prepare o molho branco ou compre já pronto. Se quiser preparar, coisa que aconselho precisará de 2 xícaras (de chá) de leite, 2 colheres (de sopa) de manteiga, 2 colheres (de sopa) de farinha de trigo, sal, noz moscada e pimenta do reino branca a gosto. Ferva o leite, derreta a manteiga, junte a farinha e mexa bem até obter uma pasta homogênea. Aos poucos, acrescente o leite e bata, constantemente, para não empelotar. Deixe cozinhar por alguns minutos e tempere com sal, noz moscada e pimenta.
Unte com manteiga uma assadeira grande o suficiente para armazenar todos os canelones formando uma única camada, em seguida, espalhe sobre a própria 2-3 colheres de molho branco.
Coloque o receio dentro cada canelone, cuidando que não fure ou quebre a massa.
Em seguida, cubra os canelones com o molho branco, polvilhe queijo parmesão ralado e leve ao forno a 200 graus por 20-25 minutos, usando a grelha para os últimos 5 minutos, para a superfície do canelone ficar gratinada. A seguir sirva e ... Buon Appetito!



quinta-feira, 21 de outubro de 2010

SALMÃO GRELHADO COM MOLHO DE SALSINHA

O salmão grelhado com molho de salsa é um curso principal do mar frescos e originais. Este prato de salmão é um peso leve, baixo teor de gordura e vai perfeitamente com um prato de legumes cozidos no mesmo fácil e leve, como abobrinha na manteiga.

Ingredientes:

2 colheres (de chá) de Vinagre
2 ramalhetes de salsinha
1 cebola
Suco de um limão
4 colheres (de sopa) de azeite extra virgem de oliva
1 Pimenta vermelha
Sal e pimenta do reino
4 files de salmão

Preparação:

A primeira coisa a se preparar para o nosso prato é o molho de salsinha, que você também poderá preparar com algumas horas de antecedência. Pique a cebola, a salsinha e a pimenta em uma tigela. Em outra tigela menor prepare uma emulsão com as 4 colheres de sopa de azeite, vinagre e o suco de limão e bata com um garfo. Agora despeje esta emulsão na tigela com as verduras picadas, mexa bem e tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Divida o salmão em pedaços (aproximadamente 200 g cada um), entretanto, comece a fazer esquentar uma grelha onde colocar os filés de salmão. Grelhe cada file virando-os delicadamente. Lembre que o salmão cozinha muito rapidamente. O meu conselho é de grelhar no máximo 3 minutos por lado. Depois de estar pronto o salmão poderá ser servido diretamente em pratos individuais ou em um prato único pulverizando cada file com o molho de salsinha que você preparou anteriormente. Leve para a sua mesa também uma tigelinha com o molho restante, assim os seus convidados poderão, a próprio gosto, despejar mais um pouco deste molho sobre cada porção.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Tortilla de batatas (TORTILLA DE PATATAS)

Passei alguns anos da minha vida na Espanha e aprendi a amar este prato. A Tortilla com a Paella é considerada um dos pratos nacionais da Espanha e, não há nenhum convite para um almoço ou um jantar que não tenha no cardápio uma tortilla. Se usa como: entrada, prato principal ou como um segundo prato. Se você quiser comer uma deliciosa Tortilla ou uma rica Paella, aqui em São Paulo, eu sugiro que visitem meu amigo Chef espanhol (autentico) Nando Lancho e o seu Gusta Bar y Gastronomia (Rua Desembargador do Vale, 1090 - Pompéia) ... você não vai se arrepender!

Ingredientes para 4 pessoas:

600 g de batatas
1 cebola
50 ml de azeite virgem de oliva
7 ovos
Sal

Preparação:

Descasquem as batatas e fatiem bem fininhas. Façam a mesma coisa com a cebola.
Coloque azeite em uma frigideira e despejem as batatas e as cebolas.
Cozinhe até que estejam cozidas, mas sem dourar. Desenforme e deixe esfriar.
Bata os ovos com um pouco de sal e acrescente as batatas e as cebolas.
Pegue de novo a frigideira e unte com azeite. Despeje a mistura de ovo, batatas e cebola. Vire para dourar a Tortilla nos dois lados. Tire do fogo... Poderá ser servida quente, morna ou fria.

Outra variante da Tortilla de Batatas é com Jamon Serrano (presunto cru), camarões, aspargos, etc.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

FRANGO COM MEL E VINAGRE BALSÂMICO

Ingredientes:

500 g de peito de frango
2 colheres (de sopa) de mel
2 colheres (de sopa) de vinagre balsâmico
1 colher (de sopa) de molho de soja
2 cebolas
2 cenouras
2 cabeças de radicchio
1 pé de alface
100 g de broto de feijão
20 g de castanhas de caju
Azeite extra-virgem
Sal e pimenta
Hortelã (para a decoração final)

Preparação:

Limpe o frango de qualquer excesso de gordura, ossos e cartilagens, o divida em quatro pedaços, coloque-o em uma tigela e tempere com o mel, vinagre balsâmico, molho de soja, uma cebola picada, 2 colheres de azeite, sal e pimenta. Deixe marinar por cerca meia hora.
Enquanto isso, limpe as cenouras, as corte longitudinalmente e depois em julienne (tirinhas). Descasque, lave e seque o radicchio e corte em tiras. Descasque a alface. Descarte as folhas externas, lave, seque e corte em tiras. Descasque e pique a cebola restante em fatias finas, lave e seque os brotos de feijão.
Aqueça 3 colheres do óleo em uma frigideira grande e cozinhe os peitos de frango, dourando por cerca de 5 minutos de cada lado. Desligue o fogo e corte os peitos em tiras. Coloque o frango em potes individuais (se preferir em pratos), acrescente um pouco da salada e tempere com sal e um fiozinho de óleo. Coloque no centro de cada porção um pouco de castanhas de caju e enfeite com um pouco de hortelã.

sábado, 16 de outubro de 2010

CREME DE AÇAFRÃO

Para terminar esta serie de receitas que utilizam como ingrediente “príncipe” o açafrão, hoje vamos preparar uma sobremesa, melhor um creme muito saboroso...

Ingredientes:

150 g de açúcar
4 gemas
60 g de farinha
5 copos de leite
25 g de manteiga
1 colher (de chá) de açafrão
Um pouco de essência de amêndoa

Preparação:

Em uma tigela começar a trabalhar as gemas com o açúcar até obter uma mistura macia e clara. Quando será perfeitamente homogênea, incorpore a farinha de trigo e despeje o leite morno. Transfira a mistura para uma panela e leve ao fogo baixo, mexendo sempre com um batedor até que o creme engrosse e vai dobrar de volume. Despeje imediatamente em uma tigela fria para parar o cozimento e adicione a manteiga e o açafrão. Misture esses ingredientes bem, perfumando com algumas gotas de essência de amêndoa. Misture mais um pouco o creme e deixe esfriar na geladeira por pelo menos 2 horas. Para servir, divida a mistura em quatro copos de vidro. Acompanhe com biscoitos, se possível de amêndoas. Um sucesso de sabor garantido!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

PERA AO AÇAFRÃO

Uma sobremesa diferente, fácil e naturalmente com açafrão...

Ingredientes:

2 peras descascadas com o cabo
2 colheres (de sopa) de açúcar
1 colher (de sopa) de mel
2 colheres (de chá) de açafrão
1/2 litro de água

Preparação:

Numa panela alta coloque a água, o açafrão, o açúcar, o mel e deixe ferver. Junte as peras sem casca e deixar cozinhar. Caso a calda que se formou não seja suficiente para cobrir as peras, você deverá, com cuidado, virar cada pera para que a coloração amarelada fique uniforme. Deixe ferver por aproximadamente 40 minutos ou até ficarem macias. Retire as peras e deixe a panela no fogo para reduzir a calda. Sirva com uma base de sorvete.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

RISOTO Á MILANESA

Depois da matéria sobre o açafrão não poderia faltar uma "postagem" com este tempero. Risotto alla Milanese, é considerado mundialmente famoso com “la cotoletta alla milanese” (bife á milanesa) como um dos mais típicos pratos da cozinha de Milano.

Ingredientes para 4 pessoas:

1 cebola ralada
1 l de caldo de carne
 colher (de sopa) de açafrão
1 colher (de sopa) de azeite de oliva
1 xícara (de chá) de vinho branco seco
2 colheres (de sopa) de manteiga
350 g de arroz para risoto
100 g de parmesão ralado
Sal e pimenta-do-reino

Preparação:

Em uma panela, refogue a cebola com 1 colher de manteiga e um pouco de azeite de oliva. Coloque o arroz e faça tostar. Acrescente o vinho e cozinhe até evaporar. Adicione ao pouco o caldo fervente mexendo, em fogo baixo, até o arroz cozinhar (cerca 18 minutos). Pegue o açafrão e dissolva em uma xicara com um pouco de caldo. Coloque na panela com o arroz e continue a mexer. Acrescente o sal e a pimenta do reino. Retire do fogo, coloque o restante da manteiga e o parmesão. Faça “mantecare” (pegar a manteiga) e descansar o risoto por alguns minutos e sirva em seguida.

AÇAFRÃO... a maravilha amarela

Hoje quero falar um pouco de açafrão. Quando se trata de açafrão, poucos sabem realmente o que é, e quais são os métodos de cultivo desta especiaria antiga.
Açafrão, que usamos para dar aquele sabor inconfundível a tantos pratos deliciosos nada mais é que o pistilo da flor do Crocus Sativus, que pertence à família das Iridacee e, tem flores de cor violeta, folhas em forma de lança e floresce no outono europeu.
É colhida a partir de meados de outubro até o final do mês (na Itália), na parte da manhã, o açafrão é pacientemente escolhidos a dedo por mulheres com mãos habilidosas e gentis, treinadas para não danificar os estigmas preciosas com um processo totalmente manual, que explica o alto custo do mesmo. São, na verdade, cerca de 120.000/150.000 flores para obter um quilograma de produto acabado, porque cada um tem apenas três a cinco estigmas. O açafrão é obtido a partir dos três estigmas da flor vermelha e roxa, moderadamente separados manualmente e colocadas a secar no mesmo dia da coleta.
Na Itália, há uma pequena produção de açafrão localizada em Abruzzo, na Sardenha, Toscana e Úmbria. O açafrão produzido em Abruzzo é considerado o melhor do mundo pela sua qualidade. A análise mostra que a alta porcentagem de carotenoides no açafrão e que contêm crocina são formidáveis antioxidantes naturais, vitaminas B1 e B2, que contribuem para o metabolismo das gorduras e também o tornam um excelente digestivo.
O Crocus Sativus é uma planta nativa do Oriente Médio, introduzido na Itália por um padre dominicano em 1300. Este tempero nos tempos antigos era conhecido não apenas para uso na culinária, mas por sua excepcional propriedade medicinal e de fato foi visto como um antiespasmódico e no Renascimento, era considerado quase uma panaceia.

                                                                    Graças aos muitos ingredientes ativos, esta especiaria aumenta a secreção de suco gástrico e da bile, estimulando as funções digestivas.
Na mitologia grega, o deus Hermes utilizava o açafrão como um afrodisíaco para despertar o desejo e energia sexual. Essa especiaria, de fato, foi demonstrado que age sobre as glândulas suprarrenais, estimulando a produção de hormônios como adrenalina e cortisol, que tonifica a esfera sexual. Ao dar bondade e sabor aos alimentos, o açafrão tem a grande vantagem de não adicionar gordura e calorias no nosso corpo, de fato, a ingestão calórica desta especiaria é praticamente zero: 1 sache de 15 gramas é igual a 0,4 kcal e também por este motivo o açafrão é cada vez mais utilizado em dietas. A medicina chinesa e a moderna fisioterapia usa muito o açafrão para as suas propriedades de desintoxicação e efeitos anti-inflamatórios. Os benefícios do açafrão também são explorados pela medicina indiana que acrescenta este tempero em vários pratos, a fim de facilitar a digestão e prevenir infecções intestinais.
O açafrão dá o seu melhor resultado em pratos com arroz, mariscos e frutos do mar, carnes brancas como frango, coelho e também com carnes vermelhas. É igualmente apropriado para condimentos de vegetais com um sabor mais sutil, como abobrinha e chicória. Por último, em particular na culinária contemporânea, é usado em doces, biscoitos, pudins e sorvetes. Acho que não preciso acrescentar mais nada sobre os benefícios e a bondade desta especiaria! Vocês já entenderam que o açafrão é um dos meus temperos favoritos ...




quarta-feira, 13 de outubro de 2010

SOPA DE ESPINAFRES

Mais uma sopa nesta primavera ainda invernal! Os espinafres são ricos em vitamina A e C, e em menores quantidades de vitaminas E, K, B1, B2, B6, etc. Eles são muito ricos em sais minerais incluindo o cobre, fósforo, zinco, cálcio, potássio, e são um poderoso tonificante, remineralizantes e tônico para o coração. O alto teor de ácido fólico faz dessa hortaliça um alimento útil para dar vitalidade ao sistema imunológico e melhorar a produção de glóbulos vermelhos. Eles são famosos por seu conteúdo de ferro, não sempre bem absorvido pelo organismo e para as aventuras de Popeye (Braccio di Ferro em italiano) que justamente consumia em grandes quantidades. O verde dos espinafres é sempre agradável e, o ideal para esta sopa é a sua textura ao mesmo tempo cremosa e consistente. Fácil e rápida!

Ingredientes:

200 g de espinafres frescos (ou congelados)
30 g de rúcula
1 abobrinha
1 cebola vermelha
2 colheres (de sopa) de suco de limão
1 ramalhete de salsinha (picada)
2 colheres (de sopa) de azeite extra virgem
1 colher (de sopa) de flocos de granola

Preparação:

Em um recipiente com 150-200ml de água, junte todos os ingredientes, exceto a granola e misture com o mixer. Continue até obter um creme liso. Coloque em uma panela e faça ferver até engrossar. Quando estiver pronta, adicione os flocos de granola e sirva bem quente. Para a decoração final poderá colocar alguma rodelas de cebola e salpicar com algumas amêndoas tostadas anteriormente no forno por alguns minutos. Uma boa sopa poderá, também, ser sempre acompanhada com fatias de pão ou torradas. Buon appetito!

SOPA DE LEGUMES

O frio continua e parece que não quer ir embora. Então porque não preparar uma sopa, quente, saudável e muito fácil? Nada de complicado, mas com um toque final intrigante...

Ingredientes:

3 colheres (de sopa) de azeite extra virgem de oliva
1 cebola picada
1 tomate sem sementes picado
1,5 litro de água fervente
2 cubos de caldo de carne
50 g de vagem picada
1 cenoura em cubos
1 batata em cubos
1 chuchu pequeno em cubos
1 abobrinha pequena em cubos
150 g de brócolis (congelados ou frescos)
Sal e pimenta do reino

Preparação:

Em uma panela grande, aqueça o óleo e refogue a cebola até murchar. Junte o tomate e deixe desmanchar. Acrescente a água fervente, os cubos de caldo de carne, a vagem e cozinhe por 10 minutos em fogo médio. Usei o caldo de carne porque vai dar mais sabor a nossa sopa! Junte a cenoura, cozinhe por 5 minutos, junte a batata e cozinhe por mais 10 minutos. Junte o chuchu e a abobrinha e cozinhe por mais 10 minutos. Adicione o brócolis e depois desligue o fogo. Deixe descansar por 10 minutos. Acerte o sal e a pimenta. Sirva em seguida acompanhando com torradas ou fatias de pão (baquete ou italiano) levemente quentes onde anteriormente esfregou um dente de alho ... Uma delicia em simplicidade e sabor!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

TAGLIATELLE AO MOLHO DE LARANJA

Ingredientes:

400 g de massa tipo “tagliatelle”
2 laranjas
100 g de ricota
40 g de manteiga
Sal e pimenta do reino
1 xicara (de café) de leite

Preparação:
Lave bem as laranjas. Rale a casca de uma e reserve. Pegue outra e com um cortador de batatas tire a casca formando algumas tirinhas. Corte depois bem fininhas. Coloque estas tirinhas em água fervente por cerca 2 minutos e reserve. Esprema as duas laranjas e coe o suco. Cozinhe o macarrão na forma tradicional. Passe a ricota por uma peneira e adicione um pouco de leite e suco de laranja. Derreta a manteiga e acrescente as tirinhas feitas com a casca das laranjas para que a manteiga absorva o perfume. Junte o creme de ricota e deixe aquecer por alguns minutos, temperando com sal e pimenta. Despeje 2-3 colheres de sopa da água quente onde está cozinhando a massa para amolecer este molho. Acrescente as tagliatelle ainda “al dente” e misture por mais 2 minutos. Polvilhe em cada prato um pouco da casca de laranja ralada.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

RISOTO DE FRUTOS DO MAR

O risoto de frutos do mar (ou em italiano á Pescatora) é um prato da cozinha italiana clássica, excelente nos meses frios tanto nos quentes. Naturalmente, o risoto de frutos do mar terá um tremendo resultado se feito com peixe fresco, apesar de seu custo final de preparação será economicamente mais caro. Embora na aparência possa parecer uma receita muito complexa, na verdade, o risoto de frutos do mar não exige conhecimentos específicos e habilidades na cozinha, é importante escolher com cuidado os peixes com os quais preparar este prato e ter um pouco de paciência.
O risoto com frutos do mar que proponho nesta receita é preparada com mexilhões, vongoles, camarão e lula, mas esse tipo de peixe pode variar dependendo do seu gosto ou de acordo com a disponibilidade de peixes. Muitos também adicionam o polvo e molho de tomate ... depende sempre do gosto de cada um. Lembre-se de uma coisa: com este prato (como com quase todos os pratos com a base o peixe) não se usa o parmesão ralado.

Ingredientes para 4 pessoas:

2 dentes de alho
½ l de caldo de peixe
400 g de lula
1 cebola
800 g de mexilhões
800 g de vongoles (moluscos)
350 g de camarões (grandes e pequenos)
Azeite de oliva extra virgem
Sal e pimenta do reino
Salsinha (uma xicara de leite)
400 g de arroz para risoto
1 copo de vinho branco seco

Preparação:

A primeira coisa a fazer para preparar o risoto com frutos do mar é limpar o peixe. Para as vongolas: escolha uma por uma, descartando as quebradas e as coloque de molho (de preferência durante uma noite) em uma bacia de água fria. Para os mexilhões: os limpe por fricção, com uma malha de aço sob água corrente.
Eviscere as lulas, tire a pele, lave em água fria corrente, depois corte em rodelas, em seguida, tire as cascas dos camarões e lave bem.
Agora vamos para o cozimento das vongolas e mexilhões. Pegue duas panelas grandes, coloque em uma as vongolas e na outra os mexilhões. Cubra com uma tampa e cozinhe em fogo alto até que todas as conchas não serão abertas (precisará poucos minutos). Quando estes moluscos serão abertos, desligue o fogo, tire a água através de uma peneira e reserve.
Agora tire as cascas, reservando só algumas inteiras (com as cascas) que servirão para a decoração final do nosso risoto. Vamos para o cozimento da lula. Prepare uma mistura com a salsinha, alho, uma pimenta vermelha (inteira ou picada se é do seu gosto um sabor mais forte) e em seguida refogue as lulas. Misture com meio copo de vinho branco e cozinhe até que quando elas se tornam macias. Enquanto isso, prepare o arroz. Em uma panela grande doure a cebola no óleo e em fogo muito baixo, até que a cebola se torne transparente. Acrescente agora o arroz, toste por 2 minutos e adicione a outra metade do vinho branco. Uma vez que o vinho evaporou continue a cozinhar, adicionando um pouco de cada vez, o caldo filtrado dos moluscos. Adicione o camarão, a lula, a salsinha picada e deixe cozinhar por 5 minutos e, se necessário você pode adicionar um algumas conchas de caldo de peixe.
Após este tempo, misturando sempre bem o nosso arroz, adicione os mexilhões e as vongolas também com a casca. Deixe o arroz descansar por alguns minutos e se gostar polvilhe o risoto por cima com um punhado de salsinha picada. Sirva o risoto com frutos do mar enfeitando com os mexilhões inteiros e as vongolas que têm mantido de lado. Buon appetito!

domingo, 10 de outubro de 2010

ROLINHOS DE LINGUADO COM MOLHO DE CAMARÃO

Ingredientes:

6 filés de linguado
150 g de camarões descascados
1 cebola
2 colheres (de sopa) de gengibre picado
2 colheres (de sopa) de vinho branco suave
2 dl de caldo de legumes
½ xícara de leite
20 g de manteiga
1 colher (de sopa) de amido de milho
1 pepino
1 limão
1 punhado de estragão
1 colher de sopa de óleo de girassol
Sal
Pimenta preta em grãos

Preparação:

Descasque a cebola e pique bem. Pegue a metade desta cebola e coloque em uma tigela com o vinho, o gengibre, uma colher de sopa de óleo, uma pitada de sal e um pouco de pimenta. Corte os filés de linguado ao meio no comprimento e polvilhe com a emulsão que preparou antes. Cubra e deixe marinar por 30 minutos.
Derreta a manteiga em fogo baixo e depois coloque em uma panela pequena. Pegue os filés de linguado bem impregnados com a marinada, faça rolinhos e prensa com palitos e coloque na panela com a manteiga. Cozinhe em banho-maria (a vapor) por 6 - 7 minutos. Depois retire os rolinhos da panela, os palitos e mantenha quentes.
Aqueça uma wok ou frigideira grande, coloque o óleo e deixe cozinhar por 2 minutos a cebola restante e o gengibre. Adicione os camarões picados, despeje o vinho restante e cozinhe por 1 minuto. Em uma tigela coloque o caldo, o leite e amido de milho. Misture e despeje a mistura na frigideira. Leve à fervura e cozinhe até o molho engrossar.
Transfira três rolinhos de linguado em cada prato individual, coloque duas colheres de molho de camarão e decore como desejar com o pepino e limão lavados, secos e finamente cortados. Decore com estragão e sirva.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

COUS COUS DESSERT

È a primeira vez que uso o cous cous na preparação de uma sobremesa. Eu tive esta inspiração, querendo preparar alguma coisa diferente entre um pudim e uma mousse. A particularidade foi a consistência mole e granulada no mesmo tempo, quase compacto o suficiente para cortar, se fizer em uma forma maior e não individual. Excelente como lanche ou no fim de uma refeição.

Ingredientes para 4 pessoas:

300 g de cous cous
1/2 litro de leite
2 colheres (de sopa) de Nutella
2 colheres (de sopa) de maizena
1 colher (de sopa) gelatina em pó
1 colher (de chá) de açúcar
Uma pitada de baunilha em pó
1 xicara (de chá) de amêndoas ou castanhas de caju moídas

Preparação:

Ferva o leite e adicione a maizena, a baunilha e o açucar. Se nao tiver a baunilha em po poderao usar um pouco de essencia de baunilha (cerca 1 colher de café). Ferve por 2 minutos.
Despeje o cuscuz em uma vasilha com agua quente e inicie a misturar, até que tome a consistencia desejada. Acrescente o cous cous e a gelatina ao leite e mexa por 1 minuto em fogo baixo. Desligue o fogo e aguarde a 5 minutos. Misture este composto com a Nutella e com metade da xicara de amendoa moidas. Misture bem! Coloque quando tudo será bem homogeneo em forminhas para pudim e reserve na geladeira. Espere pelo menos 2 horas. Depois que passar este tempo vire em cada prato a nossa sobremesa e enfeite com as amendoas ainda a disposicao.

Uma sugestao: se gostar de café poderao enfeitar o prato com algumas colheres desta bebida. Sugiro sem acucar, para dar um ulterior contraste com o doce da nossa Cous Cous Dessert.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

LOMBO DE PORCO COM FIGOS E AMEIXAS

Ingredientes:

800 g de lombo de porco
3 cebolas pequenas
Alho (2 dentes)
150 g de figos
150 g de ameixas
Azeite de oliva extra virgem (4 colheres)
Sálvia
Vinho tinto (1 copo)
Sal
Pimenta do Reino
Sementes de gergelim

Preparação:

Limpe os figos e corte ao meio. Os figos poderão ser em calda, secos ou frescos. Tire o caroço das ameixas. Lave as folhas de sálvia, seque e pique. Doure o alho em uma panela com 2 colheres do óleo e as cebolas cortadas em fatias finas. Adicione os figos, ameixas e sálvia e cozinhe por 5 minutos. Adicione o vinho e deixe engrossar por 10 minutos.
Cubra a carne de porco (fatiada) com sementes de gergelim e cozinhe por 15 minutos em uma panela com 2 colheres de sopa de óleo. Adicione sal e pimenta.
Coloque o lombo de porco em uma panela com o molho de fruta, cozinhe por 3 minutos em fogo alto e sirva.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

LOMBO DE PORCO AO VINHO DO PORTO E PURÊ DE COUVE FLOR

Uma combinação perfeita.


Ingredientes:

1 kg de bifes de lombo (grossos)
4 colheres de sopa de azeite
1 xícara de vinho (do Porto)
Sal
Pimenta do reino
400 g de couve flor
1 colher de sopa de manteiga
100 g de creme de leite
Noz moscada
Páprica doce

Preparação:

Tempere os bifes de porco com sal e pimenta do reino. Frite-os em uma frigideira com azeite de oliva bem quente até dourar de maneira uniforme. Retire-os e reserve. Na mesma frigideira, coloque o Porto e cozinhe até encorpar. Retire do fogo, coe e reserve.
Separe os buques da couve flor, coloque em uma panela com 1 litro de agua fria e o sal. Leve ao fogo até ferver. Deixe cozinhar por mais 10 minutos, retire do fogo, escorra a agua. Bata a couve flor no liquificador com manteiga e o creme de leite. Tempere com sal e noz moscada.
Distribua os bifes nos pratos (se prefere poderá cortar em tirinhas) de coloque ao lado o purê de couve flor. Regue os bifes com o molho de vinho e decore com páprica doce.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

CUBOS DE OVOS COM PURÊ DE TOMATE

Iniciamos o mês de outubro com uma entrada fácil e bem colorida na apresentação final...


Ingredientes:

100 g de creme de leite
6 ovos
3 tomates maduros
1 fatia de presunto cru ou de bacon (cortada em uma espessura de 1 cm.)
1 mussarela
1 abobrinha
Sal e pimenta do reino

Preparação:

Peguem uma forma para forno quadrada e coloquem papel de forno. Pincelar com manteiga o papel. Bata os ovos em uma tigela, acrescente o creme de leite, sal e despeje na forma (a forma deve ter uma altura de cerca 18 cm.). Coloque a forma no forno a 160 graus por cerca 50 minutos, cobrindo tudo com papel alumínio. Corte os tomates e passe no liquificador com um pouco de sal e pimenta do reino. Ferva a abobrinha. Retire do forno e corte a nossa “omelete” em cubos. Coloque cada cubo em pratos individuais, sobre uma camdaa de purê de tomate. Termine com uma fatia de abobrinha, um cubo de mussarela e presunto.